Line Header
Pordata - Base de Dados Portugal Contemporâneo
Fundação Francisco Manuel dos Santos
PT   EN  |  Actualizações  ACTUALIZAÇÕES
Mobile Menu
Mobile Search
Municípios
Portugal
Europa
Glossário
PUBLICAÇÕES
10 ANOS PORDATA
Academia
Números da Crise
PORDATA EM 10 PASSOS
Municípios
Portugal
Europa
Glossário
Publicações
10 ANOS PORDATA
Academia
Números da Crise
PORDATA EM 10 PASSOS
Video sobre a Pordata
Actualizações
DESTAQUES
 Mais destaques
Publicações

Como comem os portugueses?

25 Setembro 2020
Outros Destaques

Nos seus 10 anos, a Pordata edita com a Fundação Francisco Manuel dos Santos, em parceria com o Jornal Público e a RTP, a colecção Os Portugueses.

Como nascem, como crescem, como aprendem e trabalham, o que comem, como adoecem, gastam, vivem, envelhecem ou morrem. Afinal, como são os portugueses.

Dez anos de dados estatísticos que estão agora em dez volumes, cada um de um conceituado autor na área.

Dez volumes que fazem uma síntese do País, de quem somos e como somos.

Os livros saem todas as últimas sextas-feiras de cada mês, de Fevereiro a Novembro, com o jornal Público, a 1€. 

 

Volume 1 – Como nascem e morrem os portugueses

Maria Filomena Mendes

28 de Fevereiro

Um retrato actual da demografia portuguesa: população, nascimentos, óbitos, saldo natural e saldo migratório. Descreve onde e como nascem os Portugueses, e o perfil sociodemográfico das mães, nomeadamente idade, nível de instrução e condição perante o trabalho. Informa também sobre quantos morrem, a que idades e de que causas, qual o panorama das mortes infantis e maternas, e qual a esperança de vida à nascença dos Portugueses.

 

Volume 2 – Como crescem os portugueses

Maria do Céu Machado

27 de Março

Portugal tem uma história de sucesso na Saúde Infantil, colocando-se no top 5 dos países europeus. Mas a saúde é apenas uma dimensão do Bem-Estar em conjunto com outras como a família, a educação, a justiça, o apoio social. Nestas áreas, estamos também a nível dos melhores países da União Europeia? E estes resultados mantêm-se na adolescência? E o cenário é nacional ou há diferenças entre as grandes regiões portuguesas?

 

Volume 3 – Como aprendem os portugueses

Luísa Loura

24 de Abril

O caminho para a recente história de sucesso de Portugal nos números da Educação – redução do abandono escolar precoce e bons resultados dos alunos de 15 anos no teste internacional PISA – foi longo. No dealbar da revolução de Abril, confrontado com um atraso de mais de 50 anos relativamente aos países do centro e norte europeus, houve que tomar decisões disruptivas que exigiram um grande esforço de professores, alunos, pais e sociedade civil.

 

Volume 4  Como trabalham os portugueses

Pedro Brinca

29 de Maio

Portugal é um dos países menos produtivos e com salários mais baixos da UE28 e sem que se note uma tendência de convergência. Neste ensaio é caracterizada a evolução do mercado de trabalho da economia portuguesa nos últimos 30 anos e desafios para o futuro, nomeadamente o impacto que a automação pode ter no início do processo de convergência, bem como políticas com potencial de incentivar a automação e de limitar os seus riscos.

 

Volume 5  Como adoecem os portugueses

Fernando Leal da Costa

26 de Junho

Os Portugueses adoecem mais cedo do que deveria ser. Vivem cada vez mais, é certo, mas envelhecem doentes. A nossa saúde mental está longe do que desejaríamos. Morremos muito por causas que poderiam ser prevenidas. Nem sempre comemos bem e, olhando a maioria, quase não fazemos exercício. Bebemos demasiado álcool, mas começamos, finalmente, a deixar de fumar. Conhecer “como adoecem os Portugueses” é descobrir o caminho para que adoeçamos menos.

 

Volume 6  Como vivem os portugueses

Alda Azevedo

31 de Julho

Este livro apresenta uma visão integrada sobre como vive a população, em Portugal, no século XXI. Orientada por um conjunto de questões de partida, a autora recorre a dados censitários, administrativos e a indicadores estatísticos para responder a diferentes aspectos das condições de vida dos portugueses, privilegiando sempre que possível e pertinente, a perspectiva territorial.

 

Volume 7  Como gastam os portugueses

Susana Peralta

28 de Agosto

Este livro é um retrato das decisões de consumo e poupança das famílias portuguesas. Analisa fontes de rendimento, as desigualdades e a evolução da parte do rendimento que é poupada. Depois, concentra-se na parte que é consumida e descreve as escolhas das famílias entre diferentes bens de consumo imediato e duradouro. Finalmente, discute a situação de privação em que vivem algumas famílias que não têm acesso a certos bens de consumo essenciais.

 

Volume 8  Como comem os portugueses

Pedro Graça

25 de Setembro

Este livro dedica uma reflexão ao tema não só num olhar de alimentação, nutrição e saúde mas também de segurança alimentar e impacto das escolhas alimentares nas gerações seguintes e no ambiente. Como?, Onde? e Quando comem? São as principais questões colocadas ao longo da obra. As alterações de hábitos alimentares podem estar, em parte, associadas a alterações na estrutura das famílias, e nas alterações de oferta pela globalização económica.

 

Volume 9  Como envelhecem os portugueses

Maria João Guardado Moreira

30 de Outubro

Incontestavelmente Portugal é um país envelhecido: em 2018, quase 22% da população tinha 65 ou mais anos e cerca de 6%, 80 anos ou mais. Realidade que resulta da modernização económica e social da sociedade portuguesa. Mas quem são, onde e como vivem os idosos portugueses? Como está a sociedade a responder aos desafios do envelhecimento? Perguntas que importa ir respondendo no quadro de uma reflexão sobre os contextos de envelhecimento em Portugal.

 

Volume 10  Como são os portugueses

Fernando Alexandre

27 de Novembro

A baixa produtividade é culpa dos portugueses ou de Portugal? Somos mais qualificados e temos melhores infraestruturas, mas entrámos devagar na era digital e nova era da globalização. A desigualdade é grande e persistente e o sítio onde vivemos continua a ser mais importante que o curriculum vitae. A dívida alta e a poupança baixa sugerem que damos muito valor ao presente. Mas podem também indicar que ainda acreditamos no futuro.

Partilhar
Base de Dados
Tema
Sub-tema
Quadro
Indicadores
Utilizar todos os indicadores
Anos
Filtro: 
 
Selecionados :
Total de Dados(950/20.000)