Line Header
Pordata - Base de Dados Portugal Contemporâneo
Fundação Francisco Manuel dos Santos
PT   EN  |  Actualizações  ACTUALIZAÇÕES
Mobile Menu
Mobile Search
Municípios
Portugal
Europa
Glossário
PUBLICAÇÕES
10 ANOS PORDATA
Academia
Números da Crise
PORDATA EM 10 PASSOS
Municípios
Portugal
Europa
Glossário
Publicações
10 ANOS PORDATA
Academia
Números da Crise
PORDATA EM 10 PASSOS
Video sobre a Pordata
Actualizações

Números da Crise

Esta nova área da Pordata – Números da Crise – reúne dezenas de indicadores-chave de fontes estatísticas diferentes para melhor analisar o impacto económico e social da Covid-19 na vida dos portugueses desde Março de 2020.
Cada indicador é apresentado de forma gráfica, com acesso aos dados em formato Excel. É possível comparar os valores actuais com o mesmo período do ano anterior e com os países da União Europeia, traçar uma evolução dos indicadores desde 2007, ano que antecedeu a última crise económica em Portugal, e saber há quantos anos não se registava um valor igual.

Óbitos por COVID-19

Óbitos dia a dia e total acumulado. Óbitos por milhão de habitantes em Portugal e nos países-membros da UE27, OCDE e CPLP

O Número de Óbitos por Covid-19 é um dos muitos "sinais" que têm vindo a ser utilizados na monitorização da pandemia, tanto em Portugal como em todos os países onde o vírus SARS-Cov-2 já causou fatalidades.
Por se transmitir de pessoa para pessoa, é nos países de maior densidade populacional que a propagação é mais rápida, mesmo perante idênticas medidas de confinamento social.
Por outro lado, é por ter uma taxa de mortalidade mais elevada na população idosa que a propensão para um maior número de mortes por milhão de habitantes é superior nos países mais envelhecidos.
A estes factores acresce ainda um outro a ter em conta na leitura dos números: o vírus entrou em cada país em momentos distintos, desfasados no tempo. Confrontar os países entre si tomando por referência o dia de calendário não contribui, por isso, para uma adequada percepção da fase em que cada um estava na primeira vaga da pandemia.
Assim, para efeitos de disponibilização de algumas das formas gráficas ilustrativas da posição relativa de cada país, considerou-se como referência inicial para a contagem dos dias a ocorrência de um total acumulado que excedesse os 5 óbitos por milhão de habitantes. Em Portugal esse limiar foi ultrapassado no dia 26 de março, quando se atingiram as 60 mortes por COVID-19, em Itália foi no dia 9 de março (366 mortes) e no Brasil foi no dia 10 de abril (com 1056 mortes).
 A carregar conteúdo...
Evolução do n.º de óbitos por milhão de habitantes, nos países europeus, nos últimos catorze dias
Óbitos por milhão de habitantes nos países europeus (total acumulado a partir de 1 de novembro)
Países com mais óbitos por milhão de habitantes
Óbitos diários por COVID-19 em Portugal
Óbitos por COVID-19 em Portugal (Total acumulado)
Evolução do total de óbitos por milhão de habitantes (zoom desde 1 de julho)
Evolução do n.º de mortes por milhão de habitantes nos países que avançaram mais cedo na epidemia.
Evolução do n.º de mortes por milhão de habitantes nos países que avançaram mais tarde na epidemia.
Países onde foi mais acentuado o crescimento inicial do n.º de mortes por milhão de habitantes
Base de Dados
Tema
Sub-tema
Quadro
Indicadores
Utilizar todos os indicadores
Anos
Filtro: 
 
Selecionados :
Total de Dados(950/20.000)